[PDF / Epub] ✈ A Superioridade Moral dos Comunistas ☀ Álvaro Cunhal – Lucywhitedrycleaners.co.uk

A Superioridade Moral dos Comunistas Os Comunistas N O Se Distinguem Apenas Pelos Seus Elevados Objectivos E Pela Sua Ac O Revolucion Ria Distinguem Se Tamb M Pelos Seus Elevados Princ Pios MoraisA Moral Dos Comunistas Tem A Sua Base Objectiva Nas Condi Es De Trabalho E De Vida Do Proletariado, No Processo Da Sua Luta Contra O Capital E, Desde A Vit Ria Da Revolu O Socialista, Na Nova Sociedade Libertada Da Explora O Tem, Como Principal Factor Subjectivo, O Papel Educativo Desempenhado Pela Vanguarda Revolucion Ria Guiada Pelo Marxismo LeninismoA Moral Dos Comunistas Contr Ria E Superior Moral Burguesa Constitui Um Elemento Integrante Da For A Revolucion Ria Do Proletariado E Da Sua Vanguarda Age Como For A Material Na Transforma O Do Mundo E, Voltada Para O Futuro, Indica Os Tra Os Essenciais Da Transforma O Do Pr Prio Homem


About the Author: Álvaro Cunhal

LVARO BARREIRINHAS CUNHAL nasceu em Coimbra, a 10 de Novembro de 1913 Estudante da Faculdade de Direito de Lisboa, filiou se no Partido Comunista Portugu s 1931 e foi eleito secret rio geral das Juventudes Comunistas Em 1936 passou clandestinidade e em 1937 entrou para ao comit central do partido Ap s v rias pris es tempor rias, foi preso no Forte de Peniche, de onde se conseguiu evadir em 1960 Foi Secret rio Geral do partido de 1961 at 1992 Regressado a Portugal em 1974, fez parte, como Ministro sem pasta, dos I, II, III e IV Governos Provis rios 1974 1975 Deputado entre 1974 e 1992, raramente ocupou o lugar na Assembleia da Rep blica Foi ainda membro do Conselho de Estado de 1982 a 1992 Publicou v rios livros, sob o pseud nimo de Manuel Tiago At Amanh , Camaradas 1974 , Cinco Dias, Cinco Noites 1975 , A Estrela de Seis Pontas 1994 , A Casa de Eul lia 1997 , Fronteiras 1998 , Um Risco na Areia 2000 , Sala 3 e Outros Contos 2001 e Os Corr cios e Outros Contos 2002 Faleceu em Lisboa, a 13 de Julho de 2005.



10 thoughts on “A Superioridade Moral dos Comunistas

  1. says:

    N o nos venham pedir contas


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top